Hábitos digitais dos produtores de frutas e hortaliças e sua relação com o perfil socioeconômico e o negócio rural

Autores

Palavras-chave:

Comercialização, Tecnologia da Informação e Comunicação, Renda

Resumo

A importância do uso da tecnologia da informação e comunicação (TIC) na agricultura é reconhecida mundialmente. O objetivo desta pesquisa foi analisar as relações do perfil socioeconômico dos produtores de frutas e hortaliças com o uso e a apropriação da TIC. Os dados foram coletados em pesquisa direta, por meio de questionário estruturado e variáveis quantitativas e qualitativas. A população pesquisada foram 162 produtores do município de Tangará da Serra-MT. Quanto ao perfil socioeconômico, 32% tem idade entre 51 e 60 anos, 63% possuem ensino fundamental, 58% têm renda familiar igual/superior de 4 salários-mínimos, 62% das propriedades possuem até 10 ha e apenas 51 produtores recebem assistência técnica. Os canais de comercialização mais utilizados são as feiras livres e a venda direta da propriedade para o comércio. O acesso à TIC ocorre através do celular e da internet e a apropriação através da pesquisa de preços e fornecedores e na compra de insumos e mercadorias. As variáveis que influenciam diretamente no uso da TIC são: idade, escolaridade e renda da propriedade. Conclui-se que, embora a maioria deles utilizem a TIC, os mesmos ainda não se apropriaram das vantagens que a mesma pode possibilitar no alcance de melhores resultados.

Biografia do Autor

Letícia Graziella Teixeira Nunes, Universidade do Estado do Mato Grosso (UNEMAT)

Bacharel em Administração. Mestranda em Ambiente e Sistema de Produção Agrícola pela UNEMAT – Universidade do Estado do Mato Grosso. leticiagraziella1912@gmail.com. http://orcid.org/0000-0002-4181-302X.

Willian Krause, Universidade do Estado do Mato Grosso (UNEMAT)

Doutor em Genética e Melhoramento de Plantas. Professor na UNEMAT – Universidade do Estado do Mato Grosso. krause@unemat.br. http://orcid.org/0000-0002-5308-7715.

Danielle Storck Tonon, Universidade do Estado do Mato Grosso (UNEMAT)

Doutora em Ciências Biológicas. Professora na UNEMAT – Universidade do Estado do Mato Grosso. danistorck@gmail.com. http://orcid.org/0000-0002-4402-0607.

Débora Luiza Fontana Gotardo, Universidade do Estado do Mato Grosso (UNEMAT)

Bacharel em Administração com ênfase no Agronegócio. Mestranda em Ambiente e Sistema de Produção Agrícola pela UNEMAT – Universidade do Estado do Mato Grosso. deborafgotardo@gmail.com. http://orcid.org/0000-0003-4603-8314.

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE MARKETING RURAL E AGRONEGÓCIO (AMBRA). 7ª Pesquisa Hábito do Produtor Rural. 2017. Disponível em: https://pt.slideshare.net/VeronicaRRSouza/pesquisa-hbitos-do-produtor-rural-2017-abmra. Acesso em: 16 de jun. 2020.

BARTON, K. MuMIn: Multi-Model Inference. R package version 1.15.6. 2016. Disponível em: https://CRAN.R-project.org/package=MuMIn. Acesso em: 16 jun. 2020.

BURNHAM, K. P.; ANDERSON, D. R. Moldel Selection and Multimodel Inference. 2nd ed. [s. n.]: Springer Book Archive, 2002. E-book.

BOTEON, M.; SILVA, R. C. da. Análise da adoção da tecnologia da informação na horticultura brasileira. In: CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL, 2008, Rio Branco. Anais […]. Piracicaba: Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, 2008. Disponível em: https://www.cepea.esalq.usp.br/br/documentos/texto/analise-da-adocao-da-tecnologia-da-informacao-na-horticultura-brasileira-a-artigo-publicado-no-xlvi-congresso-da-sober-2008.aspx. Acesso em: 28 abr. 2019.

CENTRO DE ESTUDOS SOBRE AS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO (CETIC). TIC Domicílios: pesquisa sobre o uso das tecnologias de informação e comunicação nos domicílios brasileiros: 2017. São Paulo: Comitê

Gestor da Internet no Brasil, 2018. Disponível em: https://cetic.br/media/docs/publicacoes/2/tic_dom_2017_livro_eletronico.pdf. Acesso em: 23 abr. 2019.

CARVALHO. C. O, SANTOS. A. C., CARVALHO, G. R. Rede Brasil Rural: inovação no contexto da agricultura familiar. Rama: Revista em Agronegócio e Meio Ambiente, Maringá, v. 8, n. 1, p. 79-94, jan./abr. 2015. Disponível em: https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/138396/1/Cnpgl-2015-RevAgronMAmb-Rede.pdf. Acesso em: 20 abr. 2019.

CAVALHEIRO, et al. A Tecnologia da Informação no Agronegócio: uma Revisão Bibliográfica. In: AMOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO, 18., 2018, Caxias do Sul. Anais [...]. Caxias do Sul: Universidade de Caxias do Sul, 2018. Disponível em: http://www.ucs.br/etc/conferencias/index.php/mostraucsppga/xviiimostrappga/paper/viewFile/5937/1968. Acesso em: 15 jun. 2020.

CONFEDERAÇÃO DA AGRICULTURA E PECUÁRIA DO BRASIL (CNA). Mapeamento e qualificação da cadeia produtiva das hortaliças no Brasil. Brasília, DF, 2017. Disponível em: https://www.cnabrasil.org.br/assets/arquivos/bibliotecas/livro_final3_mapeamento_e_quantificacao_da_cadeia_de_hortalicas_08.pdf. Acesso em: 16 jun. 2020.

CONFEDERAÇÃO DA AGRICULTURA E PECUÁRIA DO BRASIL (CNA). Hortifruti. Saber e Saúde. Cenário Hortifrúti Brasil. 2018. Disponível em: https://conteudo.saberhortifruti.com.br/cenario-hortifruti-brasil. Acesso em: 27 abr. 2019.

DEPONTI, C. M.; KIRST, R. B. B.; MACHADO, A. As inter-relações entre as TIC e a Agricultura Familiar. RECoDAF: Revista Eletrônica Competências Digitais para Agricultura Familiar, Tupã, v. 3, n. 1, p. 4-23, jan./jun. 2017. Disponível em: https://owl.tupa.unesp.br/recodaf/index.php/recodaf/article/view/47. Acesso em: 27 abr. 2019.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA (EMBRAPA). Contextualização da Agricultura Familiar em Mato Grosso: 2ª Oficina de concertação estadual de Mato Grosso. Sinop, 2014. Disponível em: https://docplayer.com.br/71781593-Contextualizacao-da-agricultura-familiar-em-mato-grosso.html. Acesso em: 27 abr. 2019.

ORGANIZACION DE LAS NACIONES UNIDAS PARA LA ALIMENTACION Y LA AGRICULTURA (FAO). Tecnologias digitales em la agricultura y las zonas rurales. Roma, 2019. Disponível em: http://www.fao.org/3/ca4887es/ca4887es.pdf. Acesso em: 23 jul. 2020.

FONSECA, J. J. S. Metodologia da pesquisa científica. Fortaleza: UEC, 2002. Apostila.

GARAFOLO, A. C. S.; TORRES, T. Z. Apropriação de saberes ambientais mediados pelas tecnologias de informação e comunicação (TIC). In: CONGRESSO BRASILEIRO DE AGROINFORMÁTICA, 8., 2011, Bento Gonçalves. Anais […] Florianópolis: UFSC; Pelotas: UFPel, 2011. Disponível em: https://www.alice.cnptia.embrapa.br/bitstream/doc/905616/1/886541.pdf. Acesso em: 10 jun. 2020.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Censo Agropecuário 2017. Brasília, DF, 2017. Disponível em: https://sidra.ibge.gov.br/pesquisa/censo-agropecuario/censo-agropecuario- 2017. Acesso em: 25 abr. 2020.

JACOBSEN, A. L. Gestão por resultados, produtividade e inovação. Florianópolis: UFSC, 2009.

KIST, B. B. et al. Anuário brasileiro de horti&fruti 2019. Santa Cruz do Sul: Gazeta Santa Cruz, 2018. Disponível em http://www.abcsem.com.br/upload/arquivos/HortiFruti_2019_DUPLA.pdf. Acesso em: 16 jun. 2020.

LOURENZANI, W. L. Capacitação gerencial de agricultores familiares: uma proposta metodológica de extensão rural. Organizações Rurais & Agroindustriais, Lavras, v. 8, n. 3, p. 313-322, 2006, Disponível em: https://core.ac.uk/download/pdf/7052669.pdf. Acesso em: 29 abr. 2019.

MASSRUHÁ, S. M. F. S.; LEITE, M. A. A. Agricultura Digital. RECoDAF: Revista Eletrônica Competências Digitais para Agricultura Familiar, Tupã, v. 2, n. 1, p. 72-88, jan./jun. 2016. Disponível em: https://owl.tupa.unesp.br/recodaf/index.php/recodaf/article/view/18. Acesso em: 29 abr. 2019.

MELO, P. C. T.; VILELA N. J. Importância da cadeia produtiva brasileira de hortaliças. In: REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA SETORIAL DA CADEIA PRODUTIVA DE HORTALIÇAS, 13., 2007, Brasília, DF. Anais […]. Recife: ABH, 2007. Disponível em: http://www.abhorticultura.com.br/downloads/cadeia_produtiva.pdf. Acesso em: 28 abr. 2020.

MENDES, C. I. C; BUAINAIN, A. M.; FASIABEN, M. C. R. Acesso ao computador e à internet na agricultura brasileira: uma análise a partir do Censo Agropecuário 2006. CONGRESSO DA SOBER, 51., 2013, Belém. Anais […]. Brasília, DF: CNPTIA, 2013. Disponível em: https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/89103/1/AcessoSOBER2013.pdf. Acesso em: 9 jun. 2020.

PATIL, V. C. et al. Adoption of Information and Communication Technology (ICT) for agriculture: an Indian case study, 2008. In: WORLD CONFERENCE ON AGRICULTURAL INFORMATION AND IT, 2008. Anais […]. India: CABI, 2008. Disponível em: https://www.cabi.org/GARA/FullTextPDF/2008/20083298229.pdf. Acesso em: 6 ago. 2020.

PEREIRA, D. M.; SILVA, G. S. As Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) como aliadas para o desenvolvimento. Cadernos de Ciências Sociais Aplicadas, Vitória da Conquista, v. 7, n. 8, 2020. Disponível em: http://periodicos2.uesb.br/index.php/ccsa/article/view/1935. Acesso em: 17 jul. 2020.

PEREIRA, T. G. N. et al. Uso das tecnologias da informação e comunicação pela agricultura familiar: um estudo de caso no assentamento Reunidas. In: RODRIGUES, F. A.; MOREIRA, F. M.; SANT’ANA, R. C. G. Tecnologias de acesso a dados para a gestão de pequenas propriedades rurais. Tupã: Faculdade de Ciências e Engenharia, 2019.

p. 55-80. Disponível em: https://dadosabertos.info/events/ecodaf/vecodaf.pdf. Acesso em: 29 abr. 2019.

R DEVELOPMENT CORE TEAM. R: a language and environment for statistical computing. Vienna: R Foundation for Statistical Computing, 2018.

SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS (SEBRAE). Estudo de mercado – Agronegócio: Horticultura. Bahia, 2017. Disponível em: https://m.sebrae.com.br/Sebrae/Portal%20Sebrae/UFs/BA/Anexos/Horticultura%20na%20Bahia.pdf. Acesso em: 27 abr. 2020.

SOUZA FILHO et al. Agricultura Familiar e tecnologia no Brasil: características, desafios e obstáculos. Brasília, DF: Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural, 2011. Disponível em: http://www.sober.org.br/palestra/12/09O442.pdf. Acesso em: 25 abr. 2020.

TRENTO, E. J.; SEPULCRI, O.; MORIMOTO, F. Comercialização de frutas, legumes e verduras. Curitiba: Instituto Emater, 2011. Disponível em: http://atividaderural.com.br/artigos/560455c4f123d.pdf. Acesso em: 20 jun. 2020.

TRÊS, C. D. de et al. A administração e a tecnologia de informação no setor rural do Mato Grosso. In: CONGRESSO SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL, 48., 2010, Campo Grande, MS. Anais […]. Campo Grande, MS: Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural, 2010. 4 p. SOBER. Resumo 809.

POSTER-Economia e Gestão no Agronegócio. Campo Grande, MS: SOBER – Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural, 2015. Disponível em: http://www.sober.org.br/palestra/15/809.pdf. Acesso em: 29 abr. 2020.

Publicado

2021-07-04

Edição

Seção

Artigo