O uso das Tecnologias da Informação e Comunicação na agricultura familiar: novas ruralidades em São Valentim-RS, Brasil

Eliziane Franceschi, Zenicléia Angelita Deggerone, Cibele Lúcia Bombardelli

Resumo


O objetivo deste estudo foi identificar os benefícios alcançados a partir da utilização de tecnologias, pelos agricultores familiares no município de São Valentim-RS, e verificar em que medida o uso dessas tecnologias tem contribuído para o desenvolvimento local. A pesquisa caracteriza-se como sendo um estudo exploratório descritivo, de natureza qualiquantitativa, sendo que os dados foram coletados no município de São Valentim-RS no primeiro semestre de 2019. Os principais resultados alcançados na realização deste estudo identificaram que a utilização das tecnologias, pelos agricultores familiares, está atrelada a maior frequência de comunicação com familiares e amigos; aproximação e contato com os técnicos das cooperativas agropecuárias; e redução do deslocamento até a cidade para fazer os contatos relacionados às atividades produtivas. Entre os desafios ainda existentes, verificou-se a ausência e baixa intensidade do sinal de Internet no meio rural, e, por isso, sugere-se que a gestão pública municipal desenvolva projetos e, por meio destes, disponibilize pontos de Internet em todas as comunidades rurais, para que os agricultores tenham acesso a este importante meio de informação e comunicação.

Palavras-chave


Agricultores familiares; Tecnologias da Informação; Novas ruralidades

Referências


ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA CRERAL. Creral Telecom e Prefeitura de Aratiba viabilizam internet para comunidades rurais. 2018. Disponível em: https://radioaratiba.com.br/creral-telecom-e-prefeitura-de-aratiba-viabilizam-internet-para-comunidades-rurais/#. Acesso em: 03 nov. 2019.

BARCELOS, L.; RITT, D.; DEPONTI, C. M. A Inclusão Digital e os Desafios do uso da Tecnologia pela Agricultura Familiar no Vale do Caí-RS, Brasil. 2016. 20 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração) - Universidade de Santa Cruz do Sul, Montenegro, 2016.

BRASIL. Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária. Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária – INCRA. 2019. Disponível em: http://www.incra.gov.br/. Acesso em 19 out. 2019.

CARNEIRO, M. J. Ruralidade: novas identidades em construção. Estudos Sociedade e Agricultura. Rio de Janeiro: UFRRJ/CPDA, n. 11, p. 53-75, 1997.

CASTELLS, M. A sociedade em Rede. São Paulo: Paz e Terra. 1999. v.1.

CONCEIÇÃO, A. F. Internet pra quê?: a construção de capacidades e as TIC no processo de desenvolvimento rural. 2016. 206 f. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Rural) - Faculdade de Ciências Econômicas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2016.

CONCEIÇÃO, A. F. Quem está online?: um estudo de caso sobre o uso e apropriação da internet por agricultores familiares de Estrela/RS. 2012. 97 f. Dissertação (Mestrado em Extensão Rural) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2012.

CUNHA, J. I. C.; SCHNEIDER, S. A internet como potencializadora do desenvolvimento rural: uma análise a partir da abordagem das capacitações do Amartya Sen. SEMINÁRIO DISCENTE DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SOCIOLOGIA DA UFRGS, 6., 2017, Porto Alegre. Anais […] Porto Alegre, 2017.

CUSTÓDIO, M. Semana do Futuro do Marketing Digital e Vendas. 2019. Disponível em: https://resultadosdigitais.com.br/blog/autor/monicacustodio/. Acesso em: 22 nov. 2019.

DEPONTI, C. et al. O uso de tecnologias de informação e de comunicação (TICs) pela agricultura familiar no Vale do Caí: projeto-piloto de Montenegro-RS. Revista Conhecimento Online, Novo Hamburgo, ano 7, v. 1, p. 60-75, abr. 2015. Disponível em: https://periodicos.feevale.br/seer/index.php/revistaconhecimentoonline/article/viewFile/88/1594. Acesso em: 28 dez. 2018.

ESCASTEGUY, A.; FELIPPI, Â. Ruralidade e tecnologias de informação e comunicação: os novos modos de viver de famílias agricultoras. Cuadernos del Claeh, Montevideo, v. 36, n. 106, p. 125-144, 2017.

FAVARETTO, A. Economia verde e um novo ciclo de desenvolvimento rural. Revista Política Ambiental, Belo Horizonte, n. 8, p. 131-142, jun. 2011.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE: São Valentim. Rio de Janeiro, 2010. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/rs/sao-valentim. Acesso em: 01 out. 2019.

MALHOTRA, N. K. Pesquisa de Marketing: uma orientação aplicada. Trad. Lene Belon Ribeiro; Monica Stefani. 6. ed. Porto Alegre: Bookman, 2012.

MARTINI, R. Inclusão digital & inclusão social. Revista Inclusão Social, Brasília, DF, v. 1, n. 1, 2005. Disponível em: http://revista.ibict.br/inclusao/index.php/inclusao/ article/view/7/13. Acesso em: 08 nov. 2018.

MOURA, M. L. S.; FERREIRA, M. C.; PAINE, P. A. Manual de elaboração de projetos de pesquisa. Rio de Janeiro: Ed. da UERJ, 1998.

NAGEL, J. Principal barriers to the adoption of ICTs in agriculture and in rural areas. In: PNAD. Acesso à Internet e à televisão e posse de telefone móvel celular para uso pessoal. 2017. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv101-631_ informativo.pdf. Acesso em: 22 nov. 2019.

SANTOS, V. D.; CANDELORO, R. J. Trabalhos acadêmicos: uma orientação para a pesquisa e normas técnicas. Porto Alegre: AGE, 73, 2006.

SEN, A. Desenvolvimento como liberdade. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.

SILVEIRA, A. C. M. Sociedade de informação: TICs e o combate a exclusão digital no meio rural do Brasil. In: SILVEIRA, A. M. C. et al. Divulgação científica e tecnologias de informação e comunicação. Santa Maria: UFSM-FACOS, 2003.

SONAGLIO, A.E. Tecnologia e agricultura familiar: como um computador com acesso à internet pode transformar o cotidiano rural. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso Graduação em Jornalismo) – Faculdade de Comunicação da Universidade de Brasília, Brasília, DF, 2011.

SORJ, B. Brasil@povo.com: a luta contra a desigualdade na Sociedade da Informação. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003.

TANAKA, O. Y.; MELO, C. Avaliação de Programas de Saúde do Adolescente: um modo de fazer. São Paulo: Edusp, 2001.

WANDERLEY, M. N. B. A emergência de uma nova ruralidade nas sociedades modernas avançadas: o “rural” como espaço singular e ator coletivo. Estudos Sociedades e Agricultura, Rio de Janeiro, n. 15, p. 87-146, 2000.

WANDERLEY, M. N. B. O mundo rural como um espaço de vida: reflexões sobre a propriedade da terra, agricultura familiar e ruralidade. Porto Alegre: Ed. da UFRGS, 2009.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Apresentação | Template para submissão de trabalhos | Expediente | Foco e Escopo | Políticas de Seção | Política de Acesso Livre | Política de Privacidade | Processo de Avaliação pelos Pares | Periodicidade | Declaração de Direito Autoral | Diretrizes para Autores | Normas para Publicação | Submissões Online | Corpo Editorial | Contato | Patrocínio da revista | Mapa do Portal